segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Os delírios de consumos de Becky Bloom de Sophie Kinsella



Sabe quando você entra em uma loja, olha ao redor e se sente no paraíso não importando o preço das roupas ou dos acessórios e sim se a marca deles é famosa e de boa qualidade? Aquele sentimento bom de pagar pela roupa e saber que ainda hoje você poderá usa-la em uma badalada com os amigos e todos te olharem da cabeça aos pes e sentirem orgulho da amiga se vestir tão bem?
Bom, se você já sentiu isso na sua vida Becky Bloom te entende completamente, pois ela já sentiu e sente tudo isso, ela é capaz até de cortar a etiqueta de uma blusa se ela for de uma marca chechelenta com medo de ser abordada na rua por uma revista de moda e perguntarem de qual marca é cada vestimenta que está usando.
Sim, Becky é viciada em compras, em ter seu armário lotado de roupas bonitas e na moda. O seu único problema é que ela não se encontra na melhor condição financeira do mundo, muito pelo contrário, está super endividada. Seu cartão VISA quase sendo bloqueado e as lojas mandando cartas de cobrança para ela.

No começo eu levei um susto, ao abrir o livro a primeira coisa que você lê é uma carta de cobrança e um das coisas mais engraçadas é como ela tenta enrolar o pagamento de várias formas inimagináveis. E sendo jornalista da área de finanças todos imaginam que ela seja bem responsável com seu dinheiro e que tenha tudo sobre controle no banco, mas o que poucos sabem é que nem nas reuniões que outras empresas dão para apresentarem suas novas ações ela presta atenção.

E sem contar os MEGAS micos que Becky Bloom paga ao tentar fugir das cobranças, em achar um homem rico, tentando se conscientizar de que deve parar de gastar e ao mesmo tempo fazendo suas compras as escondidas.
Contamos também com sua amiga, com quem divide o apartamento, que é meio viciada sim em compras, mas ela tem melhor condição financeira e é um amor de pessoa na vida de Becky, a ajuda até onde puder. Sem mencionar o romance que envolve toda essa trama, um romance que eu não imaginava que iria dar tão certo assim.
Sophie Kinsella é uma das minhas autoras favoritas em todo o mundo(sim, ela é diva demais) e sua escrita é engraçada e viciantes, ela faz Becky uma mulher inteligente nas contas, eu me surpreendi o quão rápido ela faz contas com números altos, viciada em lojas de marca e triste quando não tem o dinheiro suficiente para pagar por aquilo que quer.
O tipo de livro que deveria se encontrar na estante de qualquer um, ótimo para dar risadas e se surpreender com o que Becky pode fazer para comprar.
Os delírios de consumo de Becky Bloom não acaba tão fácil assim, temos as continuações em:
Delíros de consumo na 5° Avenida, As listas de casamento de Becky Bloom, A irmã de Becky Bloom, O chá de bebê de Becky Bloom, Mini Becky Bloom: Tal mãe, tal filha, Becky Bloom em Hollywood e o último até agora ainda sem tradução em português Shopaholic on Honeymoon, que se não me engano seria Delírios e consumos na lua de mel.
Esse livro graças ao seu sucesso ganhou um filme de mesmo nome, eu sou bem apaixonada pelo filme, mesmo que não se assemelhe tanto assim ao livro, o filme consegue passar a ideia principal de dividas e os delírios de Becky no consumismo.
Também temos muitas outras obras incríveis de Sophie
Kinsella que valem a pena serem lidas e logo, logo terão essas resenhas aqui.











0 comentários:

Postar um comentário