terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Resenha de DUFF de Koby Keplinger

Minha primeira leitura de janeiro e, consequentemente, a de 2018 foi DUFF, por indicação da Naiara Aimee (perfil dela, onde está ocorrendo um sorteio!). Admito que não estava muito animada com DUFF (que significa, no mais literal possível, amiga-gorda-feia), eu já havia assistido ao filme e não tinha conseguindo me apaixonar. Mas me deparei com um livro que carrega personagens completamente diferentes daqueles apresentados no filme e enredo um pouco mais dramático, bom, pelo meu ponto de vista! Mas acho que isso deixou a moral do livro bem mais valiosa, por ter essa carga dramática.








Confira também a sinopse:


Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush – o cara bonito, rico e popular da escola – que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.


Você pode encontrar esse livro na Amazon, Submarino e Saraiva.

0 comentários:

Postar um comentário