quinta-feira, 26 de abril de 2018

Resenha de A princesa escondida da Laura Machado





A princesa escondida — Laura Machado
Editora Talentos da Literatura Brasileira
414 páginas — 5 +




Olá, pessoas normais, estranhas e não tão estranhas assim.



Uma das obras mais esperadas por mim no ano de 2017 foi “A princesa escondida”, um dos meus livros mais amados que, antes de sua publicação, fora postado na íntegra na plataforma online Wattpad, atribuindo mais de um milhão e meio de visualizações.

Um livro com personagens reais, diálogos naturais e contagiantes, tudo isso por meio de um diário.





Elisa Pariseau parece realmente ser uma garota comum que acaba de ingressar na Escola Preparatória de Belforte, onde todos os jovens de classe alta de Parforce entram para decidir que caminho deseja seguir antes da faculdade. Só que a vida de Elisa tem um enorme “porém”, ela não é nada menos que a terceira na linha de sucessão de seu país, mas ninguém pode saber sobre sua verdadeira identidade.


“”Claro. Esconder um filho da sociedade, fingir que tem outros pais e nunca tirar fotos direito é bem tradicional”
Claro que não é. Na verdade, nunca aconteceu antes e sei que meus pais passaram vários anos tendo de convencer o resto do país do porquê dessa decisão.”


O fato é que Elisa não tem apenas seu segredo para se preocupar em manter, e sim toda sua vida, afinal, ela é ainda uma adolescente que realmente quer viver intensamente e livremente.  E mais do que nunca, sua vida está passando por uns bons solavancos quando sua melhor amiga já não faz mais tanto assim parte de sua vida, quando está se ganhando interesse no cara mais popular da escola e, a maior tensão de todas, ao perceber que entre ela e seu amigo de infância — agora, seu guarda pessoal — poderá ter mais do que uma singela amizade. No meio disso tudo ela ainda é inscrita em uma competição, os Jogos Belforte, contra sua vontade.





Esse foi o livro responsável pela minha completa paixão pela realeza. De verdade, antes dele eu nem ligava tanto para títulos e coroas, mas, após a leitura dele, e perceber o quão é envolvente esse tema, eu me apaixonei! A Laura tem o dom da naturalidade em tudo que escreve, aqui conhecemos Elisa que é uma princesa, mas em momento algum deixa de ser uma pessoa viva, com seus pensamentos e erros.  Ela é uma adolescente, junto vem todo o sentimento de vontades, às vezes, reprimidas por sua posição social e sentimentos indecifráveis que ela gostaria de gritar por todos os cantos. O que mais gosto nesse livro é ele ser narrado por meio do diário de Elisa, nos mostrando apenas o ponto de vista dela. Em certos momentos eu lia e falava "Elisa, você não reparou nisso?" e ficava imaginando se fosse eu naquela posição, quanto tempo eu realmente levaria para me dar conta de tal coisa, ou se ao menos me daria. Ler sobre é um tanto fácil se comparar a vivenciar! E é isso que a protagonista nos mostra, mas mostra também o quanto é real e autêntica em cada frase. Cada parte dela sendo mostrada, a que sente raiva, paixão e ate mesmo sua parte dramática.


"Sim. Sou dramática. Tão dramática, aliás, que a minha vontade é de subir na minha mesa agora, no meio da aula, e dar um tapa no peito, com orgulho. Sou. Dramática. Sim!
Melhor do que não senti nada."


Tudo nesse livro criou em mim uma fascinação! Não é apenas Elisa que é bem construída, todos os personagens ao redor da protagonista tem seu modo de ser e de agir. Cada um representando algo na vida de Elisa. Por muitas vezes, pelo olhar dela, consegui me sentir amiga de suas amigas e torcer para a felicidade de cada uma.

Outro ponto muito forte na história é o lugar onde tudo acontece. Parforce é um país fictício, criado pela autora, juntamente como a escola preparatória e seus uniformes. Tudo isso só aumentou minha paixão pelo livro. Adoro saber que cada aspecto da história foi retirado diretamente da imaginação da autora e, mais uma vez, eu consegui me reconhecer dentro dos domínios da Escola Preparatória. Existem dois grupo: Ciências e Artes, azul pretroleo e vinho. Obviamente eu me identifiquei com artes e, graças a Deus, Elisa era de Artes (sim, eu pude experimentar como seria estar bem ali em Parforce, curtindo ser de Artes haha).




E o romance, ah, de te arrancar milhares de suspiros! Ele não é algo que aparece em cada canto do livro ou também que se desenvolve rapidamente. Não, gente, se preparem para sentir o romance nascendo aos poucos, te fazer soltar risinhos bobos e sonhar com esse romance a cada página! Sim, sou bem apaixonada mesmo por essa história e louca para a autora lançar o próximo. Indico para todos, um bom livro, ótimos personagens, ambientação linda que, socorro, eu quero ir para Parforce.  Amor e amizade sempre presente, leiam, leiam e leiam! Vejam o quanto esse livro é um amor e o quão intenso ele pode ser da forma mais simples do mundo: sendo vivo em cada aspecto, natural e lindamente envolvente! 


"Ainda que cada centímetro do meu corpo gritasse que aquela era a última coisa que eu queria, ainda que uma voz implorasse dentro da minha cabeça para que eu voltasse atrás, sabia que devia a mim ser fiel a quem eu sou e não me transformar na pessoa que o tira da vontade de viver."

Se quiserem saber mais sobre a autora e suas obras, podem acessar seu site pessoal chamado Parforce Insider

Você pode também conferir a resenha em vídeo logo abaixo:




Adquira o livro na loja oficial da autora e ganhe diversos brindes
LOJA DA AUTORA


Siga a autora no 


0 comentários:

Postar um comentário